Livraria do Psicologo e Educador: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando você concorda com a nossa Política de Privacidade.

FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL A PARTIR DE R$119

PARCELE SUAS COMPRAS EM ATÉ 12x SEM JUROS

5% DE DESCONTO NO PIX OU BOLETO

JUVENTUDE E CULTURA DIGITAL   CORPO E CULTURA DIGITAL KIT

Autor: NÁDIA LAGUÁRDIA DE LIMA
Autor: MÁRCIA STENGEL
Autor: MÁRCIO RIMET NOBRE
Autor: VANINA COSTA DIAS

JUVENTUDE E CULTURA DIGITAL CORPO E CULTURA DIGITAL KIT

Avise-me quando disponível

Sinopse

JUVENTUDE E CULTURA DIGITAL - DIÁLOGOS INTERDISCIPLINARES
As tecnologias digitais alcançaram uma potência inusitada, incidindo sobre a organização social de forma incomum na história da humanidade. A velocidade tecnológica, a simultaneidade e a forte presença de imagens produzem efeitos sobre as subjetividades, por exemplo, sobre a percepção do próprio corpo, de si mesmo e do outro. O ideal da transparência tem alterado as concepções de público e privado, obscurecendo os seus limites. A lógica das redes tem levado à diluição do espaço e do tempo, abrandando as rígidas fronteiras que até então delimitavam o real e o irreal, reformulando inclusive a concepção de realidade. A desenfreada competição de mercado e o declínio social das instituições compõem a economia global, corroborando para o cenário socioeconômico de incertezas e de extrema flexibilidade. As redes comerciais promovem a expansão do mercado no ciberespaço, alcançando os lares, até então considerados territórios protegidos da intimidade. Um mundo cada vez mais interconectado convive com um individualismo crescente e com desigualdades cada vez mais agudas. Entretanto, quando as tradições desaparecem, os espaços sociais são desalojados e os sentidos multiplicam-se infinitamente, surgem novas formas de pertencimento social, de identificação e de invenção.

CORPO E CULTURA DIGITAL- DIÁLOGOS INTERDISCIPLINARES
Os avanços das ciências biológicas e das tecnologias digitais permitem remanejar os corpos, criar um saber sobre seu funcionamento e, de algum modo, prolongar a vida. Cercado por dispositivos tecnológicos, o homem faz de seu corpo uma extensão da própria máquina. AS imagens de corpos perfeitos nas telas eletrônicas cativam os olhares, criam a ilusão da unidade corporal que resiste à fragmentação, à morte e ao envelhecimento. Em um mundo de espelhos, os sujeitos se confundem com as imagens que produzem, numa exaltação narcísica que negligencia o corpo como furo, ausência ou imperfeição. As selfies testemunham a presença do ser nesse mundo instável que busca,no olhar do outro, a confirmação da sua existência. As experiências perdem o valor se não forem registradas através dos dispositivos da imagem. O mercado, aliado às ciências, estabelece novos padrões de vida e culto ao corpo, desconsiderando as diferenças subjetivas. Nesse contexto, o corpo passa a atender a uma instância normativa que busca exercer um controle sobre a vida e a morte.

Ficha Técnica

Editora: ARTESA

Especialidade: PSICOLOGIA SOCIAL

ISBN: 9790090009625

Páginas: 0000

Ano: 2018

Edição: 1

Encadernação: Capa comum

Inscreva-se e fique por dentro das novidades